ONZE DE FUTEBOL – SUB.13/U13

CAPÍTULO I 

ARTIGO 1 PADRÃO DE HABILITAÇÃO

EM GERAL

  1. A CHALLENGE CUP 2024 é organizada nos termos do Decreto-Lei 45/2015, de 9 de abril e aprovada de acordo com os pressupostos em vigor no Regulamento dos Torneios Privados da Federação Portuguesa de Futebol (FPF).
  1. A legislação e regulamentos aplicados no CHALLENGE CUP 2024 serão considerados os em vigor na Federação Portuguesa de Futebol (Competição, Disciplinar e geral).
  1. A Had na Ldea, Lda, organiza o CHALLENGE CUP 2024.

ARTIGO 2 FINALIDADE / ENTRADA EM VIGOR

  1. O presente regulamento destina-se à Edição 2024 da CHALLENGE CUP em Futebol Onze Sub.13/U13, que se disputará entre 24 e 28 de junho no Distrito do Algarve, Portugal.

ARTIGO 3 ESCOPO E OBJETIVO

  1. A edição de 2024 da CHALLENGE CUP pretende proporcionar aos atletas sub13 uma competição saudável em contexto de férias desportivas e um modelo de estágio desportivo associado à competição.
  1. A CHALLENGE CUP é realizada respeitando os princípios de integridade, lealdade, transparência, fair-play, ética, defesa do espírito desportivo e da verdade desportiva.
  1. Todos os participantes têm o dever de:
  1. Garantir o nome e a reputação do Torneio;
  2. Colaborar de forma a promover a transparência e proteger a integridade e credibilidade do Torneio.
  3. Prevenir comportamentos antidesportivos, nomeadamente corrupção, combinação de incidentes ou resultados desportivos, violência, doping, racismo, xenofobia ou qualquer outra forma de discriminação.

ARTIGO 4 PARTICIPAÇÃO

  1. Todos os Clubes deverão estar filiados na época 2023/2024 à Federação de Futebol do seu país de origem.
  1. Todos os Clubes que cumpram integralmente os requisitos de inscrição, bem como possuam autorização expressa da Associação Distrital e Regional ou Federação Nacional, são considerados elegíveis para participar.
  1. A organização reserva-se o direito de excluir a participação caso se verifique o incumprimento integral do disposto no ponto 4.01 deste regulamento.
  1. As delegações participantes no CHALLENGE CUP 2024 deverão, obrigatoriamente, até 15 (quinze) dias antes do início da competição, submeter o registo dos elementos oficiais (atletas e agentes desportivos) na plataforma online “My Team info”.
  1. Na semana anterior ao evento será realizada uma reunião técnica online para contextualizar e fornecer informações sobre normas, regulamentos e procedimentos antes e durante a Challenge Cup 2024.

CREDENCIAMENTO / CHECK IN

  1. Todo o material oficial de identificação será disponibilizado na chegada ao local da hospedagem, no dia 24/06/2024.
  1. Todos os membros de cada delegação terão, para uso obrigatório de identificação, em todos os momentos considerados oficiais (Cerimónia de Abertura, Jogos do Torneio e Entrega de Prémios), uma credencial de acesso.
  1. A ausência da apresentação invalida a participação do atleta ou membro da delegação.

ABASTECIMENTO DE ÁGUA

  1. No momento do credenciamento, será oferecida a todas as delegações água para gerenciamento em momentos não competitivos. Para os jogos serão disponibilizados 2 (dois) pacotes de 6 (seis) recipientes de 1,5L para cada equipe. A água deve ser racionalizada de forma responsável.

ARTIGO 5 FORMATO DE COMPETIÇÃO

  1. A CHALLENGE CUP 2024 na categoria Sub13/Sub13 será disputada em duas fases.

EU FASE

  1. Na I Fase, as equipes são divididas em dois grupos de cinco equipes cada, que disputam um turno, por pontos, pela classificação geral e, respectivamente, definem as equipes que passam para a II Fase, “Playoff A”, “ Eliminatórias “B” e Eliminatórias “C”.
  1. Os grupos serão constituídos de acordo com a definição estratégica da organização, tendo em conta a divergência de equipas filiadas na mesma Federação e consequentemente na mesma Associação Distrital e Regional.

II FASE

ELIMINAÇÃO A

  1. Disputado pelo 1º colocado de cada grupo, em apenas um jogo.
  1. Para efeito de definição dos jogos desta fase, fica determinado:

½ FINAL

5.05.01 – JOGO 1: 1º colocado Grupo A x 1º colocado Grupo D;

– JOGO 2: 1º colocado Grupo B x 1º colocado Grupo C;

FINAL

5.05.02 – JOGO 1: Vencedor do Jogo 1 x Vencedor do Jogo 2

ELIMINAÇÃO B

  1. Disputado pelo 2º colocado da Fase I, em apenas um jogo.
  1. Para efeito de definição dos jogos desta fase, fica determinado:

½ FINAL

5.07.01 – JOGO 1: 2º colocado Grupo A x 2º colocado Grupo D;

– JOGO 2: 2º colocado Grupo B x 4º colocado Grupo C;

FINAL

5.07.02 – JOGO 1: Vencedor do Jogo 1 x Vencedor do Jogo 2

ELIMINAÇÃO C

  1. Disputado pelo 3º colocado da Fase I, em apenas um jogo.
  1. Para efeito de definição dos jogos desta fase, fica determinado:

½ FINAL

09.5.01 – JOGO 1: 3º colocado Grupo A x 3º colocado Grupo D;

– JOGO 2: 3º colocado Grupo B x 3º colocado Grupo C;

FINAL

5.09.02 – JOGO 1: Vencedor do Jogo 1 x Vencedor do Jogo 2

ARTIGO 6 DESISTÊNCIA DA PARTICIPAÇÃO NO TESTE

  1. Em caso de eventual desistência na I fase, serão aplicadas as regras constantes do Regulamento Disciplinar da Federação Portuguesa de Futebol, salvo o disposto no ponto 6.04 deste regulamento.

FALTA DE APARÊNCIA

  1. O não comparecimento ao jogo implica derrota, aplicando-se o resultado de 3x0.
  1. O não comparecimento no último jogo da fase de grupos implicará na desclassificação automática da competição.
  1. Porém, caso envolva troca de equipes classificatórias, será considerada a mesma classificação do momento anterior à desclassificação da equipe.

ARTIGO 7 PONTUAÇÃO E DESEMPENHOS

PONTUAÇÃO

  1. Os jogos desta competição serão pontuados na Fase I da seguinte forma:
  1. Vitória – 3 Pontos;
  2. Empate – 1 Ponto;
  3. Derrota – 0 Pontos;

TIEBREAKS NA FASE I

  1. Ao final da Fase I, em caso de empate na classificação entre duas ou mais equipes, serão atribuídos os seguintes critérios de desempate.

7.02.01 Pelo número de pontos ganhos no(s) jogo(s) disputado(s) entre si;

7.02.02 Maior número de gols marcados na I Fase da competição;

7.02.03 Diferença de gols marcados e sofridos nos jogos da Fase I;

7.02.04 Pelo número mínimo de cartões vermelhos diretos, verificado em qualquer jogo onde intervenham apenas as equipes empatadas.

7.02.05 Pelo número mínimo de cartões vermelhos devido ao acúmulo de dois cartões amarelos, verificado em qualquer jogo onde participem apenas as equipes empatadas.

7.02.06 Pelo número mínimo de cartões vermelhos diretos, verificado em qualquer jogo da I Fase.

7.02.07 Pelo número mínimo de cartões vermelhos devido ao acúmulo de dois cartões amarelos, verificado em qualquer jogo da I Fase

TIEBREAKS NA FASE II

  1. Na Fase II, em caso de empate ao final do tempo regulamentar, o desempate será desfeito e a equipe vencedora será determinada da seguinte forma:
  1. Marcando uma série de cinco chutes de pênalti para cada equipe. Persistindo o empate, serão marcados tantos pênaltis quantos necessários até que seja encontrado um vencedor. Tais penalidades devem, no entanto, ser executadas por jogadores diferentes.

POSSÍVEL LIBERAÇÃO DE EQUIPES POR COEFICIENTE 

  1. No caso de grupos com número de equipas diferente, é determinada a qualificação dos melhores 2.º e 3.º classificados que esta qualificação é determinada de acordo com o maior coeficiente de pontos obtidos na I Fase.
  1. O coeficiente referido no número anterior é obtido, sem arredondamento, multiplicando o número de pontos, saldo de golos, vitórias ou golos marcados, nas restantes séries pelo número de pontos, saldo de golos, vitórias ou golos marcados, efetivamente obtidos e dividindo o resultado pelo número de jogos efetivamente disputados.

ARTIGO 8 DESISTÊNCIA DA PARTICIPAÇÃO NO TESTE

  1. Em caso de eventual desistência na I fase, serão aplicadas as regras previstas no Regulamento Disciplinar da Federação Portuguesa de Futebol.

CAPÍTULO II

JOGOS

ARTIGO 9 LEIS DO JOGO

  1. Os jogos da CHALLENGE CUP 2024 são realizados de acordo com as Leis do Jogo aprovadas pelo International Football Association Board (IFAB), bem como de acordo com todos os regulamentos emitidos pela FIFA.

CALENDÁRIOS DE JOGOS

  1. A formação dos Grupos e programação dos jogos serão divulgadas até 5 (cinco) dias antes do início da competição.
  1. Após a conclusão dos jogos, a Organização do CHALLENGE CUP 2024 publicará todos os resultados e classificações aprovadas no site oficial.

ARTIGO 10 DURAÇÃO DOS JOGOS

  1. Os jogos da CHALLENGE CUP 2024 no futebol de onze Sub.13/Sub13, na Fase I, Playoff B e Playoff C têm a duração de 40 minutos, divididos em dois tempos de 20 minutos, sem intervalo, mas com mudança de campo.
  1. Os jogos da CHALLENGE CUP 2024 no futebol de onze Sub.13/U13 do Playoff A duram 50 minutos, divididos em dois tempos de 25 minutos, sem intervalo, mas com mudança de campo.
  1. As delegações deverão ingressar na área técnica de acesso aos vestiários 45 (quarenta e cinco) minutos antes do horário do jogo.
  1. Caso se realize jogo no momento do encerramento da zona técnica, as equipas podem efetuar a ativação geral, sem bola, até ao apito final do jogo.
  1. Após entrar no campo de jogo serão concedidos 7 (sete) minutos para acionamento com bola.
  1. Qualquer atraso no início do jogo por responsabilidade de uma das equipes estará sujeito à penalidade conforme segue.

10.05.01 – 5 minutos registados pelo Coordenador do Complexo Desportivo e pela Equipa de Arbitragem – Considerado 1 Golo sofrido.

10.05.02 – 10 minutos registrados pelo Coordenador do Complexo Desportivo e pela Equipe de Arbitragem – Considerados 2 gols sofridos.

10.05.03 – 15 minutos registrados pela Coordenação do Complexo Esportivo e pela equipe de arbitragem – Considera-se derrota por 3x0.

  1. A equipe de arbitragem poderá definir uma “Parada técnica para hidratação” em cada período.

ARTIGO 11 BOLAS

  1. É da responsabilidade da Organização do CHALLENGE CUP 2024 fornecer as bolas necessárias à realização dos jogos.
  1. As bolas a utilizar nos jogos da competição Sub13/Sub13 serão a número 5.
  1. Durante o período de aquecimento com bola as equipas deverão utilizar a sua própria, que não é disponibilizada pela organização

ARTIGO 12 IDENTIFICAÇÃO/COMPOSIÇÃO DE EQUIPES E SUBSTITUIÇÃO DE JOGADORES

  1. Cada equipe tem uma composição máxima de vinte e um jogadores (11 titulares e 10 suplentes).
  1. Um jogo nesta competição só poderá começar com um número mínimo de 7 (sete) jogadores.
  1. As substituições são feitas na linha lateral correspondente ao banco dos treinadores e próximo à linha do meio-campo.
  1. O jogador substituto não pode entrar no campo de jogo sem que o jogador substituído tenha realmente saído do campo de jogo e sem realizar qualquer ação à medida que o jogo avança.
  1. Podem participar nesta competição atletas femininos e masculinos nascidos em 2011, 2012, 2013 e 2014.
  1. Qualquer atleta poderá jogar por mais de uma equipe do mesmo Clube, porém, só poderá ser utilizado em uma equipe em cada competição/nível.
  1. Cada equipe poderá apresentar até 2 (dois) atletas nascidos em 2010.

EQUIPAMENTO DE JOGO

  1. As equipes deverão usar equipamentos oficiais do Clube (camisa, calção e meias).
  1. A numeração das camisas é obrigatória e também pode ser opcional nos calções e deve obedecer ao número constante na ficha técnica/jogo.
  1. No caso de equipamentos de igual semelhança, uma das equipas poderá apresentar voluntariamente o seu equipamento alternativo desde que cumpra o disposto em 12.08. deste regulamento.

PUBLICIDADE EM EQUIPAMENTOS

  1. É autorizada a utilização de publicidade da equipa nos equipamentos dos jogadores e do Staff.
  1. A CHALLENGE CUP 2024 não se responsabiliza por qualquer litígio decorrente de contratos de patrocínio celebrados entre Clubes e patrocinadores.

JOGANDO TERRENO

  1. Os jogos da CHALLENGE CUP 2024 serão disputados em campos com grama sintética/natural.

ACESSO E USO DE BANHEIROS

  1. O vestiário atribuído a cada equipe será disponibilizado 45 (quarenta e cinco) minutos antes do início de cada partida.
  1. Os clubes utilizam o vestiário para trocar de roupa, antes e depois do jogo, devendo deixá-lo limpo de todos os pertences e transportá-los até o banco dos treinadores.
  1. O banho após o jogo deverá ser realizado no alojamento onde o grupo permanecerá durante toda a competição.

ARTIGO 13 COMPOSIÇÃO DA BANCA TÉCNICA

  1. O banco de técnicos deverá ser constituído pelos seguintes elementos das delegações, desde que estejam habilitados e credenciados para aceder àquela área.
  1. 1 Chefe de delegação/Delegado ao jogo/Gerente de equipe;
  2. 1 treinador principal;
  3. 1 Treinador Adjunto;
  4. 1 fisioterapeuta/massagista;
  5. 1 médico;
  6. 8 jogadores substitutos;

ARTIGO 14 IDENTIFICAÇÃO DE ATLETAS E AGENTES ESPORTIVOS

  1. Compete à Organização do CHALLENGE CUP 2024, representada pelo Coordenador do Complexo Desportivo onde decorre o jogo, identificar todos os elementos constantes da lista técnica, antes do início do período de aquecimento.
  1. Apenas é permitida a entrada e permanência na área técnica e campo de jogo de elementos validados pela organização do CHALLENGE CUP 2024.
  1. Para o efeito será fornecida uma credencial com a identificação do Clube e o nome do atleta no momento da acreditação (Check in).
  1. Além da arte. 14.03, é obrigatória a apresentação da Ficha Técnica/Jogo à chegada ao Complexo Desportivo onde decorrerá o jogo.

CAPÍTULO III

DISCIPLINA

ARTIGO 15 COMITÊ DISCIPLINAR DO TORNEIO

  1. A Comissão Disciplinar do CHALLENGE CUP 2024 é composta por 4 quatro membros, sendo 3 (três) eleitos da Organização do CHALLENGE CUP 2024 e 1 (um) membro representante da Comissão de Arbitragem indicada para esta Competição.
  1. Após a conclusão dos jogos, a comissão disciplinar avaliará e publicará as deliberações que terão efeito imediato.
  1. As deliberações serão publicadas no site oficial da CHALLENGE CUP TOURNAMENTS.
  1. É permitida aos clubes a possibilidade de recorrer das sanções impostas, mediante o pagamento de uma taxa de 80,00€ (oitenta euros).

NORMAS E CONDUTA

  1. O Chefe de cada Delegação/Clube é responsável por quaisquer danos causados por um membro da delegação.
  1. Qualquer ato que contrarie as regras e condutas aplicáveis neste regulamento, seja no alojamento, transporte, recintos de jogo ou em qualquer outro momento oficial do torneio, deverá ser automaticamente comunicado ao responsável pelo local e representante do CHALLENGE CUP 2024. , para posterior apreciação, avaliação da Comissão Disciplinar.
  1. É proibido fumar, consumir bebidas alcoólicas ou realizar qualquer atividade que possa provocar incêndio, nas áreas, locais ou transportes oficiais do torneio.

DIREITOS E DEVERES DOS JOGADORES

  1. Os jogadores devem respeitar todos os participantes do jogo e espectadores, e devem, respectivamente, ser tratados por aqueles com civilidade.
  1. Os jogadores devem, em particular:
  1. Apresentar-se no jogo devidamente equipado de acordo com as Leis do Jogo e regulamentos aplicáveis;
  2. Cumprir as Leis do Jogo e as decisões da equipa de arbitragem;
  3. Não manifestar, por qualquer meio, à equipe de arbitragem sua discordância com suas decisões;
  4. Proceder com lealdade e correção para com os restantes jogadores em jogo, espectadores e demais pessoas presentes, antes, durante e após o final do jogo.

DIREITOS E DEVERES DOS TREINADORES E OUTROS AGENTES DESPORTIVOS

  1. Treinadores, médicos, enfermeiros, fisioterapeutas e massagistas deverão estar devidamente licenciados junto à AFP, para poderem ocupar as funções acima mencionadas nos jogos da CHALLENGE CUP 2024.
  1. Deverão ainda pautar a sua conduta com deveres de correcção e civilidade para com toda e qualquer pessoa, membros da equipa de arbitragem, membros dos Clubes adversários e espectadores.

CANCELAMENTO DO TORNEIO

  1. Se, por motivos indicados pelo Governo, Ministério da Administração Interna ou Delegação de Saúde, o torneio não se realizar ou for interrompido, a Challenge Cup Tournaments não se responsabiliza por quaisquer danos, custos ou prejuízos, tais como transporte, alojamento, encomendas adicionais e perdas. financeiro.

ARTIGO 16 SUSPENSÃO SUMÁRIA

  1. O jogador considerado expulso por duplo cartão amarelo fica impedido de participar do mesmo jogo até o final, podendo participar do jogo imediatamente seguinte.
  1. Um jogador considerado expulso por cartão vermelho direto fica impedido de participar do mesmo jogo até o final, bem como fica impedido de participar do jogo imediatamente seguinte.
  1. Se, pela sua gravidade, for objeto de análise pela Comissão Disciplinar, o jogador poderá ser sujeito a suspensão superior, devidamente comunicada nos termos do artigo 15.03 deste regulamento.

CAPÍTULO IV

ARBITRAGEM

ARTIGO 17 NOMEAÇÃO DE EQUIPES DE ARBITRAGEM

  1. A nomeação das equipas de Arbitragem para os jogos da CHALLENGE CUP 2024 é da responsabilidade da Organização.
  1. Os árbitros da CHALLENGE CUP 2024 deverão ser membros da Associação Distrital e Regional da sua área de residência.

CAPÍTULO V

PRÊMIOS

ARTIGO 18 PRÉMIOS

  1. A CHALLENGE CUP 2024 estabelece os seguintes prémios para a prova Sub13/Sub13:

18.01.01 – Medalhas de participação para todos os Atletas e Agentes Desportivos;

18.01.02 – Medalhas de Vencedor para todos os Atletas e Agentes Desportivos classificados em 1º lugar;

18.01.03 – Taça do Clube vencedor da prova sub.13/Sub-13.

DESAFIO TODAS AS ESTRELAS

  1. A edição CHALLENGE CUP 2024 contará com a eleição “CHALLENGE ALL STAR” em todos os jogos da fase de grupos.
  1. A eleição será feita pelo técnico adversário em cada jogo da competição.
  1. Caso tal não seja possível, a Organização será responsável por efetuar a respetiva eleição.
  1. O jogador escolhido receberá como prêmio uma camiseta oficial da CHALLENGE CUP.

ARTIGO 20 CASOS OMITIDOS

  1. Os casos omissos neste regulamento serão analisados e resolvidos pela Organização CHALLENGE CUP 2024, com base no plano estratégico, salvaguardando os regulamentos aplicados pela Federação Portuguesa de Futebol.

= Fim do Regulamento =

© Torneios Challenge Cup Todos os direitos reservados
Última atualização: 19 de setembro de 2023
pt_PTPortuguese